Nota à Imprensa: BOM nos Trilhos

Em virtude da decisão judicial do STJ favorável ao Governo do Estado de São Paulo, informamos que a partir de sábado, dia 15/04, o desconto oferecido pelas empresas para a integração do BOM nos Trilhos (ônibus metropolitano + Metrô ou CPTM), passa dos atuais R$ 1,68 para  R$ 1,50 no segundo embarque.

EMTU/SP
Assessoria de Imprensa

Reajuste das tarifas das linhas intermunicipais da Grande São Paulo começa a valer no domingo (12)

Os novos valores das tarifas das linhas intermunicipais da Região Metropolitana de São Paulo passam a valer a partir do próximo domingo, dia 12/02/2017.


Áreas de Concessão 

O percentual médio do reajuste nas áreas de concessão leva em consideração os custos dos insumos do transporte como mão de obra e combustível, além das cláusulas contratuais com os Consórcios. 

Área 1 – Consórcio Intervias 

Municípios: Juquitiba, São Lourenço da Serra, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Embu, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e Cotia
Reajuste médio: 6,65%

Área 2 – Consórcio Anhanguera 

Municípios: Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Franco da Rocha
Reajuste médio: 6,58%

Área 3 – Consórcio Internorte

Municípios: Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel
Reajuste médio: 7,18%

Área 4 - Consórcio Unileste

Principais municípios: Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba Mirim, Salesópolis e Suzano
Reajuste médio: 6,64%

Área de Permissão – municípios do ABC 

O percentual médio do reajuste na Área 5 será de 6,10% e leva em consideração o custos dos insumos do transporte como mão de obra e combustível.
Municípios: Diadema, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Corredor Metropolitano ABD – Concessionária Metra

A tarifa das 13 linhas que operam no Corredor Metropolitano ABD (São Mateus  - Jabaquara) e sua extensão Diadema - São Paulo (Morumbi) passa a ser de R$ 4,30.

Fonte: Site EMTU-SP

Governo Alckmin obtém decisão favorável para reajuste da tarifa dos ônibus intermunicipais

TJSP reconhece que o reajuste foi realizado de acordo com os contratos
O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Paulo Dimas Mascaretti, suspendeu nesta sexta-feira, 3, os efeitos da extensão liminar que impedia o reajuste das tarifas dos ônibus intermunicipais em cinco regiões metropolitanas do Estado em linhas da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU).
No despacho, que acata o pedido de suspensão apresentado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), o magistrado afirma que o não reajuste "pode ocasionar grave lesão à ordem pública, por gerar desequilíbrio econômico-financeiro em diversos contratos firmados pelo Poder Público com concessionárias e permissionários do serviço público de transporte intermunicipal".
O presidente do TJSP destacou ainda que "os reajustes das tarifas da EMTU foram lineares, fixados contratualmente e não extrapolaram os índices inflacionários".
As providências serão adotadas na próxima semana.

COORDENADORIA DE TRANSPORTE COLETIVO da Secretaria de Transportes Metropolitanos de SP desativa linha seletiva 583.

Processo STM - 25903/2011 - Interessada: Consórcio Anhanguera - Assunto: Alteração de características operacionais da linha S-583TRO-000-R. Aprovo a paralisação temporária da linha S-583TRO-0000-R, Itapevi (Centro) - São Paulo (Terminal Rodoviário Tiete), via Jandira (Centro), por período inicial, de 180 (centro e oitenta) dias [até 26/07/2017], conforme folhas constantes do presente processo.

Desativação ocorreu a partir de 27/01/2017. 

[] - são do PIB.

EMTU divulga nota à imprensa

11/01/2017 - Nota à imprensa

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) informa que tomou conhecimento, nesta quarta-feira (11/01),  da ampliação da liminar que determina alteração das tarifas de integração do transporte metropolitano. A STM não foi citada ainda e tomará todas as medidas necessárias para cumprimento da decisão.

A extensão abrange que os reajustes aplicados nas tarifas da EMTU/SP retornem aos valores praticados em 7/01/17, atingindo sete contratos de concessão nas regiões de São Paulo (áreas 1,2,3,4 e Corredor ABD), Baixada Santista (inclusive o VLT) e Campinas.

A STM reafirma que o atendimento da ordem liminar impacta financeiramente, de forma drástica e prejudicial, o sistema de transporte e o orçamento do Governo do Estado. Se mantida a decisão, causará um impacto financeiro de mais R$ 212 milhões em 2017, além dos R$220 milhões envolvendo Metrô, CPTM e permissionárias da EMTU.


Atualizado em: 11/01/2017 20:39:5

EMTU divulga Nota a Imprensa

Nota à imprensa





A Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) informa que não foi notificada até o presente momento de qualquer decisão judicial referente à suspensão do reajuste do sistema de transportes metropolitanos do Estado de São Paulo. Tão logo seja notificada, a Secretaria se manifestará juridicamente sobre essa decisão.
Sobre o mérito do reajuste, o governo buscou a fórmula que beneficia a maior parte dos usuários do transporte metropolitano e que ao mesmo tempo preserva a saúde financeira do sistema, recompondo a inflação do período. O valor do bilhete unitário foi congelado em R$ 3,80 e o governo manteve um desconto na integração, embora o percentual tenha caído de 22% para 10,5%. Atualmente não utilizam a integração 63 % dos usuários da CPTM e 51% dos usuários do Metrô.
O argumento de que o reajuste discrimina a população mais carente ignora que o Metrô, a CPTM e a EMTU já concedem gratuidade para desempregados, estudantes, idosos e deficientes, ao passo que os trabalhadores têm direito ao vale transporte concedido pelo empregador.
Motivada por ação da bancada do PT na Assembleia Legislativa, a decisão do Poder Judiciário coloca em risco uma equação criada para reduzir o impacto da mudança de tarifa no bolso da população. Caso seja mantida, ela pode levar a um aumento do custo do bilhete unitário pelo índice de inflação (6,5% segundo o IPC-Fipe), de R$ 3,80 para R$ 4,05.
Fonte: Site EMTU

Tarifas das linhas de ônibus metropolitanas são reajustadas na RMSP

A Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos informa que a partir de 8 de janeiro de 2017 passam a vigorar os novos valores das tarifas de transporte por ônibus nas 571 linhas que operam nas quatro regiões de concessão mais a Área 5, que envolve a região do ABC, e o Corredor Metropolitano ABD.
 
Áreas de Concessão 
 
O percentual médio do reajuste nas áreas de concessão leva em consideração os custos dos insumos do transporte como mão de obra e combustível, além das cláusulas contratuais com os Consórcios. 
 
Área 1 – Consórcio Intervias 
Municípios: Juquitiba, São Lourenço da Serra, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Embu, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e Cotia
Reajuste médio: 6,65%
 
Área 2 – Consórcio Anhanguera 
Municípios: Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Franco da Rocha
Reajuste médio: 6,58%
 
Área 3 – Consórcio Internorte
Municípios: Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel
Reajuste médio: 7,18%
 
Área 4 - Consórcio Unileste
Principais municípios: Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba Mirim, Salesópolis e Suzano
Reajuste médio: 6,64%
 
Área de Permissão – municípios do ABC 
 
O percentual médio do reajuste na Área 5 será de 6,10% e leva em consideração o custos dos insumosdo transporte como mão de obra e combustível.
 
Municípios: Diadema, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra
 
Corredor Metropolitano ABD – Concessionária Metra
 
A tarifa das 13 linhas que operam no Corredor Metropolitano ABD (São Mateus  - Jabaquara) e sua extensão Diadema - São Paulo (Morumbi) passa a ser de R$ 4,30.
 
A partir de 08/01/2017, entre as linhas dos sistemas municipal e metropolitano com o Corredor ABD, nos Terminais Piraporinha e Diadema será cobrada tarifa de integração no valor de R$ 1,00, cumprindo as cláusulas contratuais referentes à execução dos serviços de substituição, conservação, manutenção preventiva e corretiva da rede aérea de alimentação dos trólebus. No Terminal
São Mateus a medida passa a vigorar a partir de 15/01/2017. 
 
Integração nos Terminais Capão Redondo e Campo Limpo 
 
A exemplo do que é feito nos demais terminais com integração com o sistema metroviário, a partir de 08/01/2017 passará a ser cobrada a integração nos Terminais Capão Redondo e Campo Limpo. O valor da integração entre Metrô e as 12 linhas metropolitanas que têm ponto final no Terminal Capão Redondo e as cinco linhas do Terminal Campo Limpo será de R$ 1,12. O valor atual da tarifa destas linhas intermunicipais não sofrerá reajuste.
 
BOM nos Trilhos 
 
O desconto da integração entre as linhas metropolitanas e o sistema metroferroviário, no período de três horas, por meio BOM nos Trilhos (Cartão Metropolitano do Transporte) será de R$ 1,50. 
 
Valores por linha 
 
Os valores, que variam de acordo com a extensão da linha, poderão ser consultados a partir de06/01/2017 no site da EMTU www.emtu.sp.gov.br.

Fonte: Site EMTU

Resolução STM 001, de 05-01-2017 Reajuste tarifário - Sistema Metroferroviário

Resolução STM 001, de 05-01-2017 Reajuste tarifário - Sistema Metroferroviário (Processos STM 1723/92 e STM 2306/93) 

O Secretário dos Transportes Metropolitanos, com fundamento no Decreto 49.752, de 04-07-2005, 

Considerando a estrutura de custos para a manutenção do padrão de serviços do Sistema de Trens Metropolitanos e do Sistema Metroviário, bem como seu equilíbrio operacional e tarifário com todo o Sistema Integrado de Transporte de Passageiros; 

Considerando a necessidade de adequação da Política de Integração Tarifária do Sistema Metroferroviário; 

Considerando a necessidade de adequar a estrutura tarifária da Companhia do Metropolitano de São Paulo - METRÔ e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM às atuais condições operacionais; 

Considerando a Resolução STM-024, de 12-04-2006, que criou o bilhete de integração trem metropolitano x ônibus municipal de Itapevi, no trecho entre as estações de Itapevi e Amador Bueno, no município de Itapevi, da linha 8 Diamante da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM; 

Considerando a Resolução STM-85, de 12-12-2007, que criou o bilhete de integração trem metropolitano x ônibus municipal de Barueri, nas estações de Barueri e Jardim Silveira, na Linha 8 Diamante da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM; 

Considerando a Resolução STM-27, de 17-03-2010, que em razão da interrupção temporária do serviço de trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM, no trecho entre as estações de Itapevi e Amador Bueno, da Linha 8 Diamante, instituiu a integração física, tarifária e operacional envolvendo o Sistema de Trens Metropolitanos e a linha municipal de Itapevi I-27; 

Considerando a Resolução STM 62, de 09-06-2011, que instituiu a integração física, tarifária e operacional envolvendo o Sistema de Trens Metropolitanos e o Sistema Municipal de Ônibus de Jandira; 

Considerando a Resolução STM-083, de 09-10-2012 que altera o valor da tarifa do sistema metroferroviário nas Linhas 5 Lilás e 9 Esmeralda, no horário de 9:00 às 10h; 

Considerando a Resolução STM-84, de 9 de outubro de 2012 que autoriza a Companhia do Metropolitano de São Paulo - METRÔ e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM a concederem nas tarifas Comum, Comum Integrada, Vale Transporte e Vale Transporte Integrado, através do Bilhete Único, benefício de redução tarifária denominado “Madrugador”, para os usuários que ingressem nesses modais entre 4h40 até 6h15 no Metrô e 4h até 05h35 na CPTM; 

Considerando a Resolução STM-115, de 14-10-2013, que autoriza a integração física e tarifária envolvendo o Sistema de Trens Metropolitanos e o Sistema Municipal de Ônibus de Mauá, 

Considerando a Resolução STM-7, de 4 de fevereiro de 2014, que estabeleceu para o Sistema Metroferroviário as tarifas do Bilhete Único Mensal; 

Considerando a Resolução STM-25, de 07-04-2014, que estabeleceu para o Sistema Metroferroviário as tarifas do Bilhete Único Semanal; 

Considerando a Resolução STM-030, de 16-05-2014, que estabeleceu para o Sistema Metroferroviário as tarifas do Bilhete Único 24 Horas, 

RESOLVE: 

Artigo 1º - Estabelecer para o Sistema Metroferroviário as seguintes tarifas: 

a) Bilhetes Exclusivos: 

Bilhete Unitário (Tarifa Básica) - Bilhete Único Comum, Bilhete Único Vale Transporte, Edmonson, R$ 3,80 

BOM Bilhete Ônibus Metropolitano Comum, Vale Transporte e Empresarial R$ 3,80 

Tarifa do Madrugador e “Da Hora” Comum e Vale Transporte R$ 3,40 

Cartão Fidelidade M8 R$ 28,80 

Cartão Fidelidade M20 R$ 70,00 

Cartão Fidelidade M50 R$ 170,00 

Cartão Lazer M10 R$ 34,00 

Bilhete Único Escolar (valor por viagem) R$ 1,90 

Bilhetes Integrados: 

Tarifa Integrada Sistema Metroferroviário x Linhas Municipais de São Paulo (Bilhete Único Comum e Vale Transporte) R$ 6,80 

Tarifa do Madrugador e “Da Hora” Comum Integrado e Vale Transporte Integrado R$ 6,10 

Tarifa Integrada Sistema sobre Trilhos - Linha 8 Diamante e Linha Municipal de Itapevi I-27, no trecho entre as Estações Itapevi e Amador Bueno R$ 4,00 

Bilhete Integrado Metropolitano (Linha 8 Diamante) com linhas Municipais de Barueri, Jandira e Itapevi R$ 7,00 

Bilhete Integrado Metropolitano (Linha 10 Turquesa) com Ônibus Intermunicipal na Estação de Rio Grande da Serra R$ 6,00 

Bilhete Integrado Metropolitano (Linha 10 Turquesa) com Linhas Municipais de Mauá R$ 7,30 

b) Bilhetes Temporais: 

Bilhete Único Mensal Comum R$ 190,00 

Bilhete Único Mensal Integrado com as Linhas Municipais de São Paulo R$ 300,00 

Bilhete 24 Horas Comum R$ 15,00 

Bilhete 24 Horas Comum Integrado com as Linhas Municipais de São Paulo R$ 20,00 

Artigo 2º - Extinguir a comercialização dos Bilhete Único Temporal Mensal Vale Transporte e Bilhete Único Temporal Mensal Escolar, nas categorias Exclusivo e Integrado. 

Artigo 3º - Extinguir a comercialização dos Bilhete Único Temporal Semanal Comum, Bilhete Único Semanal Vale Transporte e Bilhete Único Semanal Escolar, nas categorias Exclusivo e Integrado. 

Artigo 4º - Extinguir a comercialização dos Bilhete Único Temporal 24 Horas Vale Transporte e Bilhete Único Temporal 24 Horas Escolar, nas categorias Exclusivo e Integrado. 

Artigo 5º - Extinguir a comercialização dos créditos temporais para usuários não cadastrados no Sistema Bilhete Único. 

Artigo 6º - A Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM manterão afixadas nas bilheterias, em local de fácil visualização, as novas tarifas. 

Artigo 7º - A Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM não estão obrigadas a efetuarem troco superior à importância de R$ 20,00 na venda de bilhetes. 

Artigo 8º - Os bilhetes do tipo Edmonson já emitidos pela Companhia do Metropolitano de São Paulo - METRÔ e pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM, em poder dos usuários, continuarão a ser recebidos como meio de pagamento das passagens a que correspondem, sem qualquer acréscimo. 

Artigo 9º - Os créditos do Bilhete Único Vale Transporte e do Cartão BOM - Sistema Ônibus Metropolitano Vale Transporte, adquiridos em data anterior a 08-01-2017, deverão ser utilizados no sistema metroferroviário, com tarifas vigentes anteriores ao presente reajuste tarifário, até 90 (noventa) dias a contar da data de vigência desta Resolução. 

Artigo 10- Esta Resolução entra em vigor a partir da zero hora do dia 08-01-2017.